Fraude que simula consulta a saldo FGTS atinge 5 milhões de usuários

Postando e atualizado: 10-10-17 às 07:55Hs
FONTE DA NOTÍCIA: EXTRA
------------------------------------
redeesperanca

Um golpe que circula no Whatsapp prometendo a possibilidade de consultar o saldo e resgatar do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) já atingiu cinco milhões de beneficiários, segundo estimativa da consultoria de segurança mobile Psafe. Outro golpe na praça com disseminação de links falsos, também através de redes sociais, promete acesso ao 14º salário e já atingiu 320 mil usuários. 

De acordo com a Psafe, no caso do Fundo de Garantia, todos esses trabalhadores clicaram no link falso que receberam, mas nem todos tiveram os dados pessoais vazados ou os recursos retirados pelos falsários. A estratégia dos cibercriminosos é disseminar, via mensagens fraudulentas, um link que supostamente possibilitaria ao usuário conferir se está apto a receber R$ 1.760,00 do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. A Polícia Federal, em julho, desarticulou uma quadrilha que desviou pelo menos R$ 4 milhões dos saldos dos trabalhadores no FGTS, após roubar os dados dos beneficiários em link falsos encaminhados pela internet. 

— O trabalhador que fez o cadastro nestes site deve procurar a Caixa imediatamente, mesmo se não foi roubado, para alterar a senha do Cartão Cidadão e evitar que os criminosos continuem com acesso à sua conta — orienta Mário Avelino, presidente do Fundo Devido ao Trabalhador. 

A Caixa Econômica Federal informou que não envia e-mail ou mensagens via WhatsApp sobre o Fundo de Garantia e que, além de procurar a agência bancária, o beneficiário deve fazer uma comunicação de crime às autoridades policiais competentes para a devida investigação do caso. 

Promessas exageradas 

Especialistas em segurança na internet afirmam que é preciso desconfiar de promessas exageradas de mensagens eletrônicas. Para não se tornar uma vítima de hackers, o gerente de Segurança da PSafe, Emilio Simoni, reforça a necessidade de os usuários de smartphone consultarem sempre páginas oficiais de empresas. 

— O usuário deve checar sempre se a promoção é real ao entrar em contato diretamente com a empresa ou órgão do governo. Além disso, é imprescindível que tenha instalado um software de segurança capaz de analisar todas as ameaças existentes no mundo virtual — alerta Emilio. 

Saiba mais 

Contestação 

Com relação a divergência sobre o saldo da conta do FGTS, a Caixa Econômica Federal orienta que o trabalhador se dirija a qualquer agência da instituição para contestar o saque, mediante uma solicitação específica. Após abertura do processo, o banco avaliará cada caso individualmente, conforme o grau de complexidade das informações. 

Prazo 

O prazo máximo de resposta ao solicitante é de até 30 dias. Caso a Caixa reconheça a pertinência da contestação, os valores são estornados. 

Canais oficiais 

Para evitar cair no golpe, os trabalhadores devem procurar informações apenas nos canais oficiais do banco: no site www.caixa.gov.br, em seus perfis nas redes sociais, pelo 0800-726-0207 ou pelo aplicativo.




Comentários